Navegando em "Como foi"
2.junho.2012 - Como foi    Comente!

Creche, babá ou vovó?

por Mamãe

Geralmente depois dos 4 meses de licença maternidade os pais se veem vivendo esse dilema. Aqui em casa até que não tivemos tanta dúvida. Primeiro porque meu trabalho, por enquanto, é feito de casa mesmo. Segundo, porque chegamos à conclusão de que uma escola com uma estrutura boa (como a que temos aqui em Guaçuí) seria mais “seguro” do que deixar o Lucas com uma babá. (Apesar de morarmos na mesma cidade que os avós paternos do Lucas, não cogitamos a hipótese de deixá-lo com eles porque ainda trabalham o dia inteiro. Mas nos finais de semana eles curtem bastante o neto)  Continue lendo »

18.maio.2012 - Como foi    3 Comentários

Dia das Mães

por Mamãe

Este ano comemorei meu segundo Dia das Mães. Como não poderia ser diferente, foi ótimo. Se bem que foi diferente sim… rs. Durante a semana que antecedeu o “grande dia” a escolinha do Lucas mandou presentinhos para as mães dos alunos à cada dia, num total de 5.

Achei um máximo né? Nem esperava… se bem que depois do segundo imaginei que viriam mais.

O Lucas este ano foi bondoso. Me presenteou a semana inteira e ainda me deu mais dois presentes no domingo: um sapato e uma bolsa! Um já usei, o outro farei uso em breve.

Abaixo posto umas fotinhas dos presentes que a escola mandou para as mães. O maridão aqui ficou todo com inveja, :.))

12.maio.2012 - Como foi    Comente!

Meus primeiros passos…

por Mamãe

O Lucas até que não foi apressadinho para sair por aí batendo perna, mas agora que ele pegou o jeito da coisa não está parando mais não. É o dia inteiro para lá e para cá. O cercadinho está jogado às moscas. Ver DVD só fora dele; brincar “aprisionado” nunca mais. É colocar ele lá dentro que abre o berreiro! :.)

Logo depois de completar 1 ano começamos a notar que o Lucas já poderia largar as nossas mãos e dar uns passinhos sem apoio. Não sei se era por medo, porém não conseguíamos enganá-lo. Era soltar a maozinha do rapaz que ele brecava e ficava paradinho em pé, como uma estátua, rs.

Todo mundo tentou/ajudou um pouco nesse processo. O vovô Alberto, durante uma temporada que passou conosco, intesificou os exercícios e deu certo (só que 1 dia depois do vovô ir embora. Tadinho, se esforçou tanto… horas na pracinha!).

Esse marco na vida do Lucas aconteceu no dia 12 de abril. Nunca vamos nos esquecer porque cai numa sequência de dias de comemoração: 9 de abril é aniver do papai Paulo Alexandre, 10 de abril foi o dia em que nosso filhote foi batizado, 11 de abril é sempre mêsversário do Lucas e dia 12 de abril agora será lembrado como o dia dos primeiros passos…

Ah, uma curiosidade: nós, papais, não fomos os primeiros a ver o garoto passeando sozinho. Ele andou pela primeira vez sem ajuda de ninguém na escolinha (estamos devendo um post sobre a entrada dele, em breve!). A própria escola, quando fomos matriculá-lo, nos alertou que a possibilidade disso acontecer era grande. Mas eles foram tão legais que registraram esses momentos para nós.

No outro dia bem cedo era feriado e corremos com o Lucas para a “famosa” pracinha aqui perto de casa. Abaixo o vídeo desse momento para curtir:

Video not available

28.novembro.2011 - Como foi    Comente!

Chá do Lucas

por Mamãe

Um ano atrás estávamos arrumando o Chá do Lucas! Escolhemos fazer Chá de Fraldas e não o convencional Chá de Bebê. Acho que no Chá de Fraldas fica mais fácil ganhar algo que realmente vamos usar (mais fácil acertar o gosto dos papais). Mas isso não quer dizer que você tenha que pedir só fraldas. Pode ser também pomada, lencinhos umedecidos, paninhos de boca, toalha fralda, essas coisas.

A lista do Chá do Lucas foi mais ou menos assim: Continue lendo »

21.outubro.2011 - Como foi    Comente!

O primeiro a gente nunca esquece…

por Mamãe

Dias 11 e 12 de outubro o Lucas aproveitou. Primeiro, festinha de 9 meses. No outro dia: Dia das Crianças! O primeiro de muitos…

Fizemos muita farra com ele. Eu e Paulo combinamos que seria um dia exclusivo do Lucas. Nada de computador, TV, trabalho, cuidar de casa… coisas que roubam nosso tempo.

E assim foi. Passeamos na festa das crianças de Guaçuí, comemos um bom churrasco (Lucas ainda não, mas teve papinha “especial”, rs), abrimos os presentes dele, deixamos ele montar cavalinho na Memel (uma cachorrinha que ele ama!), passamos tinta nos pés e nas mãos dele (primeiro contato com arte, rs) e “eternizamos” eles em papel para emoldurar depois.

Algumas fotinhas!

Páginas:123»