2.junho.2012 - Como foi    Comente!

Creche, babá ou vovó?

por Mamãe

Geralmente depois dos 4 meses de licença maternidade os pais se veem vivendo esse dilema. Aqui em casa até que não tivemos tanta dúvida. Primeiro porque meu trabalho, por enquanto, é feito de casa mesmo. Segundo, porque chegamos à conclusão de que uma escola com uma estrutura boa (como a que temos aqui em Guaçuí) seria mais “seguro” do que deixar o Lucas com uma babá. (Apesar de morarmos na mesma cidade que os avós paternos do Lucas, não cogitamos a hipótese de deixá-lo com eles porque ainda trabalham o dia inteiro. Mas nos finais de semana eles curtem bastante o neto) 

Graças a Deus tivemos a oportunidade de manter o nosso rapazinho em casa comigo até 1 ano e 2 meses. Na verdade, quando ele estava perto de completar 1 ano percebemos que uma hora ou outra teríamos de tomar uma decisão, porque o Lucas estava “exigindo” cada vez mais tempo/atenção e eu precisava de pelo menos um período do dia para trabalhar sem a preocupação dele cair, se machucar ou até mesmo ficar só vendo TV.

E apesar do aperto no coração nas primeiras vezes que deixávamos o Lucas na escola, rapidamente já pudemos ver mudanças positivas no comportamento e desenvolvimento dele:

– Em 1 semana ele resolveu desagarrar das pernas da gente e correr para o mundo! rs.

– Ficou mais sociável com outras crianças. A professora da Escola Dominical percebeu a mudança de comportamento e veio cometar com a gente.

– Está mais esperto e independente!

– Encaixa melhor as pecinhas nos brinquedos e já entende um pouco de cores…

Cada dia é uma novidade. Eles são muito “estimulados” lá.

É claro que temos que ficar espertos porque cada criança tem um tipo de criação e uma influencia a outra, mas por enquanto está tudo sobre controle. Já tivemos a primeira reunião na escola e foi bom conhecer os outros pais e conhecer melhor a professora, que diga-se de passagem é muito capacitada e cuidadosa.

Este mês tem a Festa Caipira… depois colocamos fotinhas!

Tem algo a dizer? Deixe um comentário!